Indústria capixaba avança 1,9% em outubro de 2018

A produção industrial do Espírito Santo avançou de setembro para outubro de 2018 em 1,9%, na série com ajuste sazonal. No Brasil, após três meses consecutivos de queda, a indústria apresentou variação de 0,2%. 

O resultado acumulado de janeiro a outubro da produção industrial capixaba foi negativo em 1,8%, diferentemente do apresentado pela economia brasileira, que avançou 1,8% em 2018. Nos dez primeiros meses do ano de 2018, a indústria capixaba acumulou perdas em setores importantes, como celulose, papel e produtos de papel (-0,83%) e minerais não-metálicos (-0,16%).

Na comparação entre outubro de 2018 e outubro de 2017, a indústria geral demonstrou expansão de 5,3% no Espírito Santo, com uma taxa superior à média nacional (+1,1%). Os setores com maior crescimento nesta mesma base de comparação foram indústria extrativa (+3,06%), produtos alimentícios (+1,24%), metalurgia (+1,05%) e celulose, papel e produtos de papel (+0,09%). Apenas o setor de minerais não-metálicos apresentou uma taxa negativa (-0,16%) na comparação com outubro de 2017.

A Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF) aponta as alterações das quantidades de bens e serviços produzidos no país e nos estados.