Ideies lança estudo especial sobre o Setor Agroalimentar

Principais tecnologias do setor e os desafios ambientais

PUBLICADO EM 07 Mai 2021

A formação socioeconômica capixaba esteve intrinsecamente ligada ao setor agroalimentar. Essa atividade econômica engloba uma complexa cadeia de valor, que abrange desde a atividade primária (agricultura, a pecuária, a aquicultura, pesca, a horticultura, floricultura e silvicultura), o beneficiamento da sua produção (fabricação de alimentos e bebidas), a distribuição e o consumo final. Até hoje o setor tem significativa importância para economia do Espírito Santo, além de contribuir ativamente para a geração de emprego e renda, também representa  aproximadamente 9,0% de toda exportação do estado.

Entendendo a importância deste setor para a economia capixaba, em setembro de 2019, a Findes e o Ideies, lançaram a Rota Estratégica Agroalimentar 2035, uma etapa do projeto “Indústria 2035”. Neste documento estão reunidos os caminhos que o setor agroalimentar e a indústria do café – identificados como Setores Portadores do Futuro – deverão percorrer para se desenvolverem em toda a sua potencialidade. Atualmente, acompanha-se, através de um comitê, a articulação e a execução das ações oriundas da Rota Estratégica visando a construção do futuro desejado para o setor Agroalimentar e a Indústria do café do Estado do Espírito Santo.

Tendo em vista às tendências de crescimento do setor e os seus desafios, o Ideies se propôs, por meio de um estudo especial, contribuir com a discussão acerca das questões voltadas à importância da absorção de novas tecnologias para o aumento da competitividade e os desafios da sustentabilidade ambiental, além de um breve histórico do setor nos últimos 10 anos.

Clique aqui, acesse o Estudo Especial do Setor Agroalimentar e conheça as principais tecnologias do setor e os seus desafios ambientais.

Sobre o(a) editor(a) e outras publicações de sua autoria

Mayara Bertolani

Mestre em Economia (UFES). Atua como Analista de Estudos e Pesquisas Sênior na Gerência do Observatório do Ambiente de Negócios, com foco em estudos econômicos, indicadores de ambiente de negócios e desenvolvimento regional.