Sondagem da construção aponta redução da utilização da capacidade de operação (UCO) em novembro de 2021

PUBLICADO EM 17 Dez 2021

Em novembro de 2021, a pesquisa Sondagem da Construção mostrou queda do indicador de Utilização da Capacidade de Operação (UCO), que ao reduzir 8,0 pontos percentuais (p.p) na passagem de outubro para novembro de 2021 registrou 62,0%, interrompendo o crescimento que apresentava desde agosto.

O índice de nível de atividade (41,3 pontos) caiu 6,7 pontos frente a outubro de 2021, enquanto o indicador de número de empegados, registrou 46,4 pontos após queda de 1,0 ponto no mesmo período de comparação. Dessa forma ambos índices se mantiveram abaixo da linha dos 50 pontos, indicando retração da atividade e do emprego no setor.

Expectativa

Em dezembro de 2021, os quatro indicadores de expectativa apresentaram queda frente a novembro do mesmo ano, entretanto, o índice de número de empregados foi o único a se localizar abaixo da linha divisória após redução de 3,9 pontos, o que indica retração da expectativa dos industriais do setor quanto a geração de emprego para os próximos seis meses. Na mesma base de comparação o índice de novos empreendimentos e serviços (51,0 pontos) caiu 5,2 pontos e o indicador de compras de matéria prima (50,5 pontos) retraiu 4,8 pontos, contudo, permaneceram indicando otimismo.

O índice de intenção de investimentos também apontou redução (-3,1 pontos) na comparação com novembro de 2021 e registrou 43,7 pontos.


 


A Sondagem Indústria da Construção é uma pesquisa de opinião, e seu objetivo é acompanhar o desempenho e as perspectivas do setor, gerando indicadores de tendência passada e futura e de satisfação, que permite a empresários e analistas econômicos acompanhar a evolução recente da indústria.

Tags:

Sobre o(a) editor(a) e outras publicações de sua autoria

Nádia Neves

Graduanda em Ciências Econômicas pela UFES. Estagiária na Gerência do Observatório da Indústria, atua na execução de pesquisas primárias. Possui interesse em estudos econômicos conjunturais.