Mais da metade dos postos formais fechados no ES entre março e junho foram recuperados de julho a setembro

Com o saldo positivo de 6.982 postos formais em setembro de 2020, o Espírito Santo apresentou criação de vagas pelo terceiro mês consecutivo, após quatro meses de perda de empregos verificada de março a junho de 2020, reflexo das medidas de combate à pandemia da Covid-19. Desde que essas medidas foram flexibilizadas em conformidade com a retomada das atividades econômicas, os empregos formais também passaram a reagir. Assim, mais da metade da vagas fechadas no Espírito Santo entre março e junho, foram recuperadas de julho a setembro.

De janeiro a setembro de 2020, o mercado de trabalho formal no Espírito Santo registrou um saldo negativo de 11.432 postos, com redução de 161% em comparação ao saldo do mesmo período do ano anterior (+18.788). Esse resultado advém de 205.340 admitidos ante 216.772 desligados. Com esse saldo, o estado apresentou redução de 1,56%  no total de emprego formal em relação a janeiro de 2020.

Com a recuperação gradual do emprego formal, 9 dos 25 municípios capixabas com mais de 30 mil habitantes já apresentam saldo positivo no acumulado em 2020. Com destaque para Aracruz (+1.677), Serra (+1.222) e Linhares (+865).

Em 2020, os setores de serviços (-9.470) e comércio (-7.467) foram as atividades que mais fecharam vagas celetistas no Espírito Santo. Esses setores foram majoritariamente influenciados pela redução do emprego nas seguintes atividades:

Serviços:

  • Alojamento e alimentação (-6.660), que fecharam mais postos em restaurantes (-2.644), lanchonetes e similares (-1.941) e hotéis e similares (-1.058)
  • Transporte, armazenagem e correio (-2.973), com a maior parte dos encerramentos nos transportes terrestres (-2.673)
Comércio:

  • Comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios (-3.221)

Em compensação, os setores de construção (+4.396) e indústria geral (+1.661) criaram postos de carteira assinada nos nove primeiros meses do ano.  A indústria mostra sinais de recuperação desde junho, e não apenas recompôs as perdas do ano como ampliou em 1,29% o total de emprego registrado no início de janeiro.

Na análise de setembro de 2020, quatro dos cinco grandes setores de atividade econômica registraram saldo positivo de empregos formais no Espírito Santo, que foram: serviços (+1.950), comércio (+1.937), indústria geral (+1.742) e construção (+1.553). Na indústria da transformação (+1.691), fabricação de produtos de minerais não metálicos (+481) e fabricação de produtos de metal (+305) impulsionaram a abertura de vagas no mês. Em setembro, apenas a agropecuária encerrou postos de trabalho formal no estado, com fechamento de 200 vagas. 



Para o Brasil, em 2020, foram encerradas 558.897 vagas formais. A agropecuária (+102.467), construção (+102.108) e indústria (+689) foram os setores que criaram empregos formais. Enquanto serviços (-418.040), e comércio (-345.677) apresentaram fechamento de vagas no período.

TAGS: